Quer aparecer nas buscas do Google?


O primeiro passo para que o seu site apareça nas buscas do Google é a forma como ele é estruturado, ou seja, conteúdo, imagens, vídeos e assuntos relevantes. Ele pode ser indexado em poucos dias, como pode demorar algum tempo, isso dependerá da forma como ele foi construído, como foi otimizado e quantos links apontam para ele.

Mesmo que o seu site já esteja indexado nos buscadores (Google, Bing, Yahoo) isto não quer dizer que ele começará a gerar dinheiro e vendas, ou até mesmo que as pessoas que o acessam estejam procurando o serviço que a sua marca oferece.
Desta forma é preciso que você entre em contato com uma agência especializada em otimização para que ele comece a ter um “tráfego qualificado”. Conheça os serviços que a Lógica Digital oferece para a sua empresa e seu site e encontre a solução completa para ele.

SEO

Atualmente, a internet é um vasto meio onde diversos sites com informações são apresentados diariamente ao público. Quando o seu site é criado ele estará isolado, onde não “há saídas”. Quando ele recebe um link de outro link que esteja interligado ao seu site, é criado um vínculo para que o seu site seja reconhecido pelos buscadores, e a partir daí, comece a aparecer para os usuários. Consulte a Lógica Digital para que você entenda e conheça mais os serviços que a produtora de internet oferece para a sua empresa.

Saiba como a Lógica Digital pode lhe auxiliar no desenvolvimento de sites, como aparecer no Google ou como anunciar no Facebook.

Links por página


Quantos devem conter para que não interfira no SEO?

Links por página

Todo site possui diversidades de conteúdo, sendo eles: vídeos, imagens texto e links. Para qualquer empresário que busca uma visualização maior do seu negócio, o ideal é cuidar da sua página para que ela possa garantir um bom SEO (Search Engine Optimization).
O Google, atualmente o principal mecanismo de busca, oferece em suas Guidelines para Webmasters algumas dicas de como inserir links da forma correta.
O link é um ponto importante para o site, que pode oferecer sua essência para as páginas internas ou para outros sites de sua autoria.
Mas, a questão é a seguinte: quantos links pode ser colocado em um site? A resposta vem em seguida, depende.
O Google antes indexava somente 100Kb, que relacionava a 100 links. Hoje, a história é outra. O buscador consegue indexar uma quantidade maior, mas para usar mais que 100 links o usuário deve saber onde colocá-los.
A relevância deles também importa, sendo que, quando o direcionamento for irrelevante o usuário pode ser punido por prática de Black Hat. Por isso, fique atento.

Agora é possível mensurar o engajamento pelo público


A nova ferramenta chega ao Brasil e promete fazer sucesso entre os usuários

 Agora é possível mensurar o engajamento pelo público

O maior buscador da internet, anunciou em um dos seus oficiais blogs, três grandes otimizações no algoritmo para a busca por imagens, a fim de torná-lo mais eficiente e apresentar os resultados pesquisados pelos usuários. Assim, a preocupação com o mecanismo se deu em consequência da grande receptividade dos usuários desde o inicio da funcionalidade por pesquisas de imagens, em 2011, que muitas vezes foram direto ao images.google.com para procurar.

Ou seja, as mudanças foram nomeadas de Buscas Melhores e Mais Inteligentes (Smater Best Guesses), Gráficos de Conhecimento (Knowledge Graphs) e Resultados Mais Específicos (Smart Best Guesses).

A finalidade para tornar os resultados de busca melhores e mais inteligentes, fez com que o Google não tentasse mais adivinhar o que você está buscando pela palavra-chave que você digitou, e sim, pelo que ela representa, analisando o campo semântico.

Segundo o exemplo do Google foi: antigamente você arrastava para o buscador uma imagem chamada “bird of paradise hawaii”, uma flor popular no Havaí, e ele apresentaria resultados referentes à palavra “flower” de maneira genérica. Com a mudança, quando o usuário buscar pelo mesmo conjunto de palavras “bird of paradise hawaii”, ele já consegue exibir com maior precisão resultados relevantes.

Qual o motivo de ainda não criar site em flash


Não é recomendado, saiba o porquê

Qual o motivo de ainda não criar site em flash

Todo empresário busca o sucesso no seu empreendimento reaja positivamente e ganhe público. Por isso, é necessário a busca do serviço de Marketing Digital, o SEO. Ele ajuda na hora de posicionar o site nos mecanismos de busca, como o Google.
Um site em flash tem o entrave de dificultar os ‘robôs’ do Google a rastrearem as informações contidas no site e indexá-las no buscador. Como outros tantos, o Yahoo!, Bing e Ask.
Devido a isso, é necessário uma pesquisa antes de criar seu site corporativo.

Google têm chance de tornar um monopólio editorial


Segundo Giovanni Pitruzzella, a regulação inclui redes sociais e deve ser estendida à internet.

Google têm chance de tornar um monopólio editorial

Segundo o chege antitruste da Itália, o buscador Google pode se tornar um monopólio editorial em poucos anos, agregando que as redes sociais devem ser submetidas a limitações antitruste.
Giovanni Pitruzzella ainda afirmou que “No curso de poucos anos, o Google pode tornar-se um monopólio neste mercado” a citação foi referindo-se ao setor editorial.
Desta forma, Giovanni, a regulação antitruste do país deve estender à internet, acrescentando redes sociais, uma vez que competem com as tradicionais companhias editoriais por receitas de publicidade.

Google contra os sites perigosos


O maior buscador da internet garante que irá contornar a situação e irá corresponder às expectativas de segurança.

Google contra os sites perigosos

O maior buscador da internet divulgou algumas de suas iniciativas para gerar mais segurança para seus usuários na internet. Após cinco anos do lançamento do programa Sage Browsing, voltado a preservar os internautas de malwares.
Tal iniciativa foi devido aos extraordinários números, que refletem na quantidade de usuários mal-intencionados na rede.
Destes resultados, o Google afirma que protege 600 milhões de usuários através de ferramenta de segurança inseridas nos navegadores Chrome, Firefox e Safari. Diversos avisos de seguranças são enviados diariamente, e uma tela vermelha de alerta é visualizada sempre que algum risco é detectado.
Aproximadamente 9,5 mil sites perigosos são detectados diariamente: desde as páginas sem malicia, alvo de pessoas mal-intencionadas, sites criados com um único objetivo de lesar os usuários. O Google afirma que poucos falsos positivos são relatados à empresa, o que geraria uma grande precisão.
Cerca de 12 a 14 milhões de pesquisas no Google diariamente, avisam os usuários sobre tais sites perigosos, e aviso de downloads com possíveis malwares são enviados cerca de 300 mil vezes ao dia.
A principal função com o programa é evitar a contaminação de malwares entre os resultados de sua ferramenta de busca. Para o buscador, estes são problemas de grandes desafios online, entretanto garante que contorna a situação e que irá corresponder às expectativas de segurança.

SEO uma ferramenta de sucesso para conteúdo de qualidade


As cópias estão por toda parte, saber se proteger delas é essencial

SEO uma ferramenta de sucesso para conteúdo de qualidade

Um dos maiores problemas que a internet vem enfrentando é o plágio ou roubo de conteúdo. São tantos textos, imagens e documentos, que não há como gerenciá-los sem algum erro.
Um exemplo é o clipping de notícias, algo comum em portais e blogs, que acaba por ser uma das formas mais simples de replicação de conteúdo. Às vezes não é maldade, mas prejudica de qualquer forma.
Por isso, existem algumas formas de conter a cópia. São elas:
Para quem possui WordPress, instale o WordPress SEO;
Para quem não usa, proteja seu RSS, acrescente sempre após cada matéria, uma referência para a URL do seu website;
Informe seu conteúdo ao Google pelo Sitemap.XML;
Coloque sinais sociais no seu texto.

O Google está repaginando sua interface


O buscador quer ficar com uma aparência mais clean

O Google está repaginando sua interface

O buscador Google, está cada vez mais aperfeiçoando a aparência da sua interface de buscas, com a intenção de torná-lo um pouco mais clean do que a atual. A antiga barra de opções que aparecia na lateral, agora passou para baixo do campo de pesquisas, dando mais relevância e destaque aos resultados.

Apenas os serviços mais cruciais – ‘Web’, ‘Imagens’, ‘Mapas’, ‘Vídeos’, ‘Notícias’ e ‘Shopping’ – que são visualizados automaticamente. Já as outras ferramentas, ficaram escondidas na opção ‘Mais’, que aparece com um click do usuário.

As opções para refinar as buscas estarão todas incluídas na aba ‘Ferramentas de busca’ que aparece na forma de um drop-menu.

O Google, maior buscador da internet processa site que altera formato dos vídeos do Youtube-mp3


O site estaria burlando termos de uso do portal de vídeos e têm chances de sair do ar.

O Google, maior buscador da internet processa site que altera formato dos vídeos do Youtube-mp3

O maior buscador da internet está processando um site que se espalhou por converter o áudio de vídeos do Youtube em arquivos mp3. Segundo a empresa, o site Youtube estaria violando um dos termos de uso do portal de vídeos.
Até agora, o Google irá bloquear o acesso da ferramente aos servidores do Youtube, uma vez que o termo consiste em “separar ou modificar os componentes de áudio e vídeo” – e deve parar, antes que medidas legais mais rígidas sejam tomadas.
A informação está do site Torrent Freak, voltado na cobertura de assuntos relacionados à pirataria e ao compartilhamento de documentos na rede. Segundo o dono do site Philip, apresentou uma entrevista ao site em que relata que tentou argumentar com a gigante da tecnologia, porém que não convenceu os advogados ligados ao caso.
“Nós estimamos que existam cerca de 200 milhões de pessoas em todo o mundo que fazem uso de serviços como o nosso e a Google, entretanto não está simplesmente ignorado todas as pessoas, mas eles estão prestes a acusar todas elas de um crime”, disse Philip.
O Youtube-mp3 teria aproximadamente 1,3 milhões de visitantes diários, segundo estimativa do Google. O site funcionava da seguinte forma: bastava digitar uma URL do Youtube para receber o link para download do arquivo em mp3. Devido ao bloqueio, o processo agora termina em erro. Resta agora aguardar as novas mudanças.

O país que mais pede remoção de conteúdo ao Google é o Brasil


A remoção de conteúdo interfere em diversos motivos variando de país para país, porém o brasil é líder neste quesito.

O país que mais pede remoção de conteúdo ao Google é o Brasil

Um documento divulgado nesta segunda-feira pelo Google, mostra que houve um número extraordinário no aumento que governos pediram a retirada de conteúdo de seus serviços na internet, nos últimos seis meses.
O Brasil é um país em destaque quando se trata deste assunto, o número de pedidos da Justiça para a remoção de conteúdo no período entre julho e dezembro de 2012, com 128 requisições, 69% foram atendidas.
A lista que junta os pedidos de retirada de conteúdo por governo, pode-se dizer que o Brasil está posicionado em quarto lugar, com 66 requisições e 26% delas atendidas. Logo após, a Índia, Coreia do Sul e Estados Unidos.
Segundo a companhia Google, “os pedidos para retirada de conteúdo variam de país para país. Algumas remoções de conteúdo são devido a alegações de difamação, outras violam as leis locais, etc”.
Esta, é considerada a quinta vez que o relatório de Transparência do Google é publicado desde 2010 e segundo a empresa: “Como todas as outras vezes, fomos requisitados a retirar discursos políticos, o que é alarmante, pois não só porque a liberdade de expressão está em risco, mas sim, porque algumas dessas solicitações vêm de países que você não suspeitaria – democracias ocidentais não tipicamente associados com a censura” afirmou Dorothy Chou, analista sênior de pilítica do Google.